Pesquisa rápida
Pesquisa geral Pesquisa clínica Pesquisa industrial
 

Search form

O que está à procura…

O que está à procura…
  • Os nossos produtos
  • As nossas soluções
O que está à procura…
1 Escolha uma
FRANCHISE
2 Escolha uma
APLICAÇÃO
3 Escolha um
PRODUTO
  • ETEST® Ceftolozane/Tazobactam (C/T 256)

ETEST® Ceftolozane / Tazobactam (C/T 256)

Tira de teste para determinação de CMI de Ceftolozane/Tazobactam

NOVAS Tiras de testes que determinam rápida e facilmente o nível de CMI para a suscetibilidade antimicrobiana de bactérias aeróbias Gram negativas, Enterobacteriaceae e P. aeruginosa. Fornecem informação importante para decisões de antibioterapia adequadas e ajudam a reduzir o desenvolvimento de bactérias resistentes aos antibióticos.

  • Confiança: Monitorizar com confiança a suscetibilidade ao Zerbaxa®
  • Rapidez: Apenas 16 horas para determinar a Suscetibilidade Antimicrobiana
  • Precisão: Determina os valores exatos da Concentração Mínima Inibitória (CMI) para Ceftolozane/Tazobactam
Adicionar à seleção

Precisa de mais informação?

As tiras ETEST® Ceftolozane/Tazobactam (C/T 256)* são a sua nova solução fiável e rápida para testar a suscetibilidade a ceftolozane / tazobactam.

Otimizar a antibioterapia para fazer face à ameaça do crescimento da resistência antimicrobiana

Os Microrganismos MultiResistentes (MMR), particularmente de bactérias Gram-negativas, é uma ameaça crescente e grave à saúde pública. Garantir que os pacientes obtêm o antibiótico correto, com o doseamento correto, na altura certa está no centro da gestão do consumo dos antimicrobianos. Isto ajuda a  melhorar os resultados dos pacientes, prevenir o desenvolvimento da resistência e preservar a eficácia de novas moléculas terapêuticas. Os testes de suscetibilidade antimicrobiana exatos e seguros é uma parte crucial na luta contra a resistência.

As tiras ETEST® C/T 256 proporcionam um método fácil e fiável para determinar, com valores de CMI exatos, suscetibilidade de microganismos infecciosos a Ceftolozane e Tazobactam, para ajudar a garantir o tratamento ótimo e o seguimento com estes antibióticos.

Baseado numa combinação de Ceftolozane e Tazobactam, o Zerbaxa® está indicado para o tratamento de pacientes adultos com Infeções do Trato Urinário (ITU) incluindo pielonefrite aguda, e, em combinação com metronidazol, Infeções Intraabdominais complicadas (cIAI). A Escherichia coliKlebsiella pneumoniaeProteus mirabilis, e Pseudomonas aeruginosa estão entre os microganismos Gram negativos que trata.

CMI exata com ETEST® C/T

As tiras ETEST® C/T 256  são fáceis de usar e fornecem abundância de informação. O ETEST® cria valores de Concentração Mínima Inibitória (CMI) de uma escala contínua e pode dar resultados entre diluições duplas convencionais, i.e. metade de diluições. Isto significa que, ao contrário dos métodos de difusão, podem fornecer o breakpoint de CMI exato bem como a categoria intrepretativa (S, I, R). Fica não apenas a saber se um microrganismo é sensível, mas também fica a conhecer com grande precisão em como é suscetível – informação que pode melhor adaptar a antibioterapia para lutar a infeção enquanto reduz o risco de desenvolvimento de bactérias multiresistentes. Ao ter valores de CMI precisos, também permite o rastreio epidemiológico da evolução dos microrganismos infecciosos, para detetar o surgimento da resistência ao longo do tempo.

As tiras ETEST® C/T 256 finas, inertes e de plástico não poroso têm a escala de leitura de Concentração Mínima Inibitória (CMI) em μg/mL de um lado e gradiente de antibiótico predefinido do outro. Após aplicar uma tira numa superfície de gelose inoculada, o gradiente de antibiótico transfere para a gelose e irá formar um estável, contínuo e exponencial gradiente de concentração de antibiótico. As bactérias crescem na tira, formando uma elipse. Em tão pouco tempo como 16 horas de incubação, pode ler o valor de CMI em escala, com inibição completa vista onde a extremidade da elipse intersecta na tira. Tão simples quanto isto.

Fazendo parte dos testes de referência ETEST®

As novas tiras ETEST® C/T 256 juntam-se à família de ETEST®, as tiras de gradiente originais. Consideradas como referência por muitos, as tiras ETEST® são vastamente documentadas pela sua eficácia e precisão. Com um extenso leque de mais de 95 referências de antimicrobianos disponíveis, o ETEST® proporciona precisão ao testar a CDMI em escala para antibióticos, antifúngicos, bem como a deteção de resistência antimicrobiana (DRA).

 

* marcação CE-IVD; pendente de aprovação FDA

 

ETEST® Ceftolozane/Tazobactam (C/T 256)

CONTEÚDO DA EMBALAGEM

REF 414447

Single Pack: 30 tiras de teste

Cada tira contém:

MATERIAIS NECESSÁRIOS MAS NÃO FORNECIDOS

Materiais

  • Equipamento de laboratório de microbiologia geral.
  • Zaragatoas (estéreis, não tóxicas e  não firmemente fiado) e tubos de teste.
  • Salina estéril (0.85% NaCl).
  • Inoculador: Retro C80 (opcional) (Ref. 559803).
  • Aplicador Manual [e.g., Mini Grip-It (bioMérieux Ref. 411200), forceps ou dispositivo similar] ou aparelhos ETEST®, Nema C88 (bioMérieux Ref. 559804).
  • Padrão de turvação 0.5 McFarland (Ref. 70 900) ou equivalente.
  • Incubador (35 ± 2 °C).
  • Microrganismos de Controlo de Qualidade.

MEIOS DE CULTURA RECOMENDADOS

Utilize o meio bem definido e de alta qualidade Mueller Hinton que sustenta um bom crescimento. A marca escolhida deve ter uma boa reprodutibilidade lote a lote para garantir que obtém os valores de CMI fiáveis e exatos.

Para verificar a qualidade do meio, analise as estirpes de controlo de qualidade apropriadas. Consulte por favor o folheto informativo fornecido pelo fabricante de meios.

Certifique-se de que a placa de gelose tem uma profundidade de 4.0 ± 0.5 mm e pH 7.3 ± 0.1.

AVISOS E PRECAUÇÕES

  • Apenas para diagnóstico in vitro.
  • Unicamente para uso profissional. Este teste deve ser utilizado por profissionais de laboratório especializados.
  • Utilize procedimentos asséticos ao manipular amostras bacterianas e devem ser tomadas as devidas precauções contra os acidentes microbiológicos.
  • Elimine  as placas de gelose utilizadas em conformidade com os procedimentos para produtos infecciosos ou potencialmente infecciosos.
  • O dispositivo de teste é descartável; não deve voltar a ser usado.

Pioneering diagnostics